Pregadores pecadores



"Deus ama o pecador, e não o pecado"

É interessante, uma frase que ouvi tanto na minha infância quando freqüentava a escola dominical, mas só agora consegui compreender fielmente o que ela quer dizer.

Hoje reconheço que jamais poderei viver completamente a verdade de Deus enquanto estiver neste mundo, vivendo a amargura de um servo inútil.

Mas não escrevo hoje para desculpar o meu fracasso ou a minha mediocridade:

Andrew Murray dizia: “Nós que somos os servos do Senhor, mais cedo ou mais tarde teremos de pregar palavras que nós mesmos somos incapazes de cumprir”.

Chego a conclusão que "A verdade de Deus é suprema e sublime, independente de nós".

Devemos ficar constrangidos e acanhado pelo nosso erro?
Pelo contrário,

Hoje veio um pensamento na minha cabeça, que nao tenho duvidas que veio de Deus.

Ainda que o evangelho que pregamos condene a nós mesmos, Cristo deverá sempre ser a verdade expedida pelos nossos atos e nossa boca.

0 comentários:

Post a Comment