Greve Fatec

Temos muito orgulho e nos sentimos privilegiados por fazer parte do corpo docente das FATEC's. Desde sua fundação, as Faculdades de Tecnologia mantidas pelo estado de São Paulo se impuseram como referência de seriedade e competência no ensino público e gratuito.

Justamente por isso é nosso dever, lutar para tentar reverter o quadro de abandono e sucateamento da nossa instituição.

Não há muito o que dizer sobre este quadro decadente da FATEC Carapicuiba, qualquer um de nós ao caminhar pelo campus pode apurar o piso soltando, as salas criadas por divisórias de madeira, a situação chulera dos laboratórios, da infraestrutura e também de serviços básicos como a biblioteca.


No dia 11/05 o governador Geraldo Alckmim anunciou reajuste para os professores da rede estadual de 42,2%, dividido em 4 anos. Isso não inclui os professores e funcionários das Etecs e Fatecs, que tiveram um reajuste anunciado de 11% no dia 12/05/11.

Segundo o Sintesp perda salarial passa de 87%, uma vez que esta se acumula desde 2005.


O valor da hora-aula do professor da FATEC em início de carreira é de 18 reais, um dos mais baixos no ensino superior e é totalmente incompatível com o nível de exigência que se cobra do profissional que pretenda ingressar na instituição, a situação ainda é um pouco melhor do que aquela vivida pelos professores das ETECs, para quem o valor de hora-aula é de 10 reais.


Promover ensino de qualidade é mais do que anunciar investimentos milionários em novos prédios, significa estar presente na manutenção das instalações, arcar com a renovação dos laboratórios e, especialmente, valorizar os professores e os outros profissionais que fazem de sua carreira o ofício de ajudar a sociedade na construção de novas carreiras.


Por tudo isso não mais podemos nos omitir diante desse cenário de precarização, nem nos parece justo que a imagem das FATECs continue sendo usada como propaganda, enquanto nós vivemos uma realidade tão distante das belas imagens e dos números mostrados na televisão.

0 comentários:

Post a Comment