Jesus + Orkut ???


Faça uma busca no Orkut procurando por Carlos André Freitas e não terá mais sucesso.

Ontem exclui meu Orkut.

Não faço parte do grupo de cerca de setenta milhões de pessoas que fazem uso da tão conhecida “rede social”, e isso por razões bem claras para mim.

Tudo o que sei sobre Orkut é que leva o nome de seu criador, o engenheiro turco Orkut büyükkoten, que mais da metade dos usuários são brasileiros e que tem gente que não sobrevive sem checar seu scrapbook.


Por falar em scraps, outro dia li uma frase curiosa numa camiseta dessas que circulam por aí.. a frase era: “só aceito Jesus se mandar scrap”.. engraçado?

Foi inevitável pensar:

E se jesus tivesse um Orkut?!?!? Y_Y

Quais seriam as comunidades?
Que imagens escolheria guardar em seu álbum de fotos?
Quantos seriam seus amigos?


As respostas não são tão importantes. O que o orkut revela é a necessidade que o ser humano têm de relacionamentos.

O problema acontece quando se contentam com a versão mais superficial da coisa (Orkut por exemplo).

(...Se o conceito de amigo é “o sujeito que lhe escreve duas ou três vezes por semana uma dúzia de palavras abreviadas, apressadas e desconexas; que lembra de seu aniversário graças ao lembrete insistente de sua ‘página inicial’, que criou uma comunidade com seu nome..”, desculpe-me, esta é uma idéia muito superficial de amizade pra mim.)

Jesus é apresentado na bíblia como um amigo, essa imagem me encanta, mas é preciso ter cuidado antes de interpretá-la.

Somos tentados a desenvolver um relacionamento superficial inclusive com Deus, o perigo é esperar um scrap dele, quando o que ele quer é manifestar de maneira visível de seus atos em nossas vidas.

Se você recebesse um convite de jesus agora mesmo, que espaço ele receberia em sua vida?
Quanto tempo você passa vendo seus recados, e a vida dos outros?
Quanto tempo do seu dia você se dedica a Cristo?


Orkut não é pecado! Deu pra entender que eu não quis dizer isso neh???
Releitura daki

0 comentários:

Post a Comment